NOTÍCIA


voltar

05/07/2017 - Petrobras assina acordo estrategico com maior petroleira da China que pode incluir conclusao da Comperj


PETROBRÁS ASSINA ACORDO ESTRATÉGICO COM A MAIOR PETROLEIRA DA CHINA QUE PODE INCLUIR CONCLUSÃO DO COMPERJ

Já sócias no Campo de Libra, a Petrobrás e a petroleira chinesa CNPC  assinaram hoje, em Beijing, um Memorando de Entendimento para iniciar tratativas referentes a uma parceria estratégica. A partir desse Memorando de Entendimento, as empresas se comprometem a avaliar, conjuntamente, oportunidades no Brasil e no exterior em áreas-chaves de interesse mútuo, beneficiando-se de suas capacidades e experiências em todos os segmentos da cadeia de óleo e gás, incluindo potencial estruturação de financiamento. O documento foi assinado pelo presidente da Petrobrás, Pedro Parente, e o vice-presidente da CNPC e presidente da PetroChina,  Wang Dongjin. Desde 2013, a Petrobras e a CNPC são parceiras na área de Libra, primeiro contrato pelo regime de partilha de produção, localizada no pré-sal da Bacia de Santos.

A Folha de São Paulo deu a informação de que o acordo com os chineses prevê a conclusão de uma parte ou de todo Comperj. A Petrobrás considera  a realização de parcerias  como estratégica  para seu  Plano de Negócios e Gestão 2017-2021. E acredita que essas parcerias têm como benefícios potenciais o compartilhamento de riscos, o aumento da capacidade de investimentos na cadeia de óleo e gás, o intercâmbio tecnológico e o fortalecimento da governança corporativa. Para os chineses CNPC, a parceria com a Petrobrás reforça seu interesse em investir e aumentar suas atividades no Brasil. A CNPC, com presença em mais de 70 países,  é a maior corporação integrada de O&G da China, com atividades nos setores de upstream, midstream, downstream, marketing e comercialização, prestação de serviços petrolíferos, engenharia, construção e fabricação de equipamentos.

Fonte: https://www.petronoticias.com.br/archives/100175?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+Petronotcias+%28PetroNot%C3%ADcias%29